Sessão 2 // Session 2

CAROLINA ALEJOS | AITOR ECHEVERRIA
FAO

VÍDEO-DANÇA // VIDEO-DANCE | 2010 | ESPANHA // SPAIN | 9’
classificação etária: 12 // age rating: 12
SESSÕES DE COMPETIÇÃO // COMPETITIVE SESSIONS | #2
8 DEZ // DEC | JARDIM DE INVERNO // WINTER GARDEN | 22h00 // 10 p.m.

Fome, solidão e o desejo de sobrevivência levaram Fao a embarcar numa viagem que a fará enfrentar os seus medos.
Hunger, loneliness and the will to survive push Fao to embark on a journey that will bring her face to face with her fears.

____________________________________________________________

Carolina Alejos
http://www.playtimeaudiovisuales.com
Formada em Psicomotricidade, completou uma pós-graduação em Comunicação Expressiva e Línguas como Prática Educativa e um Mestrado em Terapia através de Movimento e Dança. Em 2007 fez parte, juntamente com o produtor Aitor Echeverría, do vídeo-dança Aprop como coreógrafa e intérprete. Em 2008 colaborou novamente com Aitor Echeverría em Chance como coreógrafa, focando-se em imbuir de sentido coreográfico os gestos quotidianos. Ainda no mesmo ano, colaborou com o pianista Omar Sosa (Ota Records) na criação de uma coreografia e acompanhamento da produção do vídeo Light in the Sky, filmado em Salvador da Baía. No ano de 2009 compôs o solo de teatro físico de dança contemporânea para Amelia e Paraula Dansada com base no trabalho de Joan Brossa. Fao é o seu primeiro trabalho como realizadora.
Formed in Psicomotricity, she took a post-graduation in Expression Communication and Languages as an Educational Practice and a Master in Therapy across the Movement and the Dance. In 2007 she realised together with the producer Aitor Echeverría the video-dance work Aprop as choreographer and dancer. In 2008 she collaborated once again with Aitor Echeverría in Chance as choreographer, with the aim of giving a choreographic sense to the everyday’s life gestures. At the same year she also collaborated with the pianist Omar Sosa (Ota Records) in creating the choreography and following the production of the video Light in the Sky shot in Salvador de Bahía. In 2009 she composed the physical theatre solo of contemporary dance for Amelia and Paraula Dansada based on the work of Joan Brossa. Fao is her first work as director.

Aitor Echeverria
http://www.playtimeaudiovisuales.com
O interesse principal de Aitor Echeverría (Barcelona. 1977) na indústria audiovisual é o cinema. No entanto, manifesta desde sempre uma forte ligação com o mundo da realização. Realizou diversas curtas-metragens durante os anos académicos na ESCAC, onde estudou. Trabalhou intensivamente como Director de Fotografia, em colaboração com outros directores, desde o guião à edição. Aprop, o seu primeiro trabalho, foi seleccionado para uma centena de festivais internacionais de cinema. Casua, outro filme que completa o seu currículo profissional de realização, figurou também na selecção de diversos festivais. Fao é o seu último trabalho.
The main interest of Aitor Echeverría (Barcelona. 1977) in the audio-visual industry is Cinematography. Despite this, his link with the world of the direction has always been very tight. He directed numerous short films the school of cinema ESCAC, where he studied. He worked intensively as Director of Photography, in collaboration with the directors, from the script up to the editing. Aprop, his first work, has been selected in 100 international film festivals. Casua, the other short film he directed, has also been selected in a few festivals. Fao is his latest work.

FAO ficha artística | cast
Realizadores | Directors Aitor Echeverria, Carolina Alejos
Intérpretes |  Interpreters Nora Chimapumire, Souleymane Badolo
Câmara | Camera Aitor Echeverria
Som | Sound Omar Sosa
Edição | Editing Sergi Dies
Produção | Production Mireia Ibars, Cristina Sánchez
Produtor | Producer Noche de Estreno

__________________________________________________________
__________________________________________________________

OR MARIN | LIOR AVIZOOR
SWEET AND SOUR WALTZ

VÍDEO-DANÇA // VIDEO-DANCE | 2009 | ISRAEL | 07’33’’
classificação etária: 12 // age rating:12
SESSÕES DE COMPETIÇÃO // COMPETITIVE SESSIONS | #2
8 DEZ // DEC | JARDIM DE INVERNO // WINTER GARDEN | 22h00 // 10 p.m.


Esta obra é uma tentativa de discussão do fosso que existe entre a experiência subjectiva e o objecto cinematográfico. A obra, passada num bar, regista cerca de oito minutos de intensas actividades. Ao passo que a situação evolui, a câmara desloca-se de um personagem para outro, representando a cada paragem o olhar interpretativo do personagem naquela a situação. A coreografia é usada enquanto meio de ilustrar as diferentes percepções de cada indivíduo. A realidade é, afinal, o nome dado a um campo de jogos composto da suma das nossas percepções individuais.
This piece is an attempt to debate the gap between the subjective experience and a cinematic object. The piece, shot in a bar, roughly documents eight minutes time of intense activities. As the situation evolves, the camera travels from one character to another, representing each time that character’s interpretive gaze on the situation. Choreography is being used here as a mean for illustrating differences in perception of each individual. Reality is, after all, the name given to the playground made from the collection of our individual perception.

_________________________________________________________

Lior Avizoor
Lior Avizoor (1981) tem o Bacharelato da Escola de Artes de Amesterdão e está actualmente a concluir o Mestrado em Teoria da Arte na Universidade da Telavive. Foi recentemente premiada com a Bolsa de Estudo da Fundação Sharet, a adicionar à Bolsa de Estudo de Feldekamp na Holanda e à Bolsa de Estudos de Excelência do Ministério Israelita da Integração do Imigrante. Lior dançou, ensinou e criou vários trabalhos na Europa, México e E.U.A. Recentemente regressada à sua terra natal, Israel, tem participado em diversas produções de dança como bailarina, criadora e ensaiadora; tem também exercido actividade de professora para bailarinos e actores em diversas escolas, entre elas a Escola de Actores Beit Zvi e a Escola de Teatro Físico em Telavive.
Lior Avizoor (1981) holds a Bachelor’s Degree from the Amsterdam School of Arts and is currently completing her Master’s Degree in Art Theory at the Tel Aviv University. She was recently awarded the Sharet Foundation Scholarship, in addition to the Feldekamp Studies Scholarship in the Netherlands and the Scholarship of Excellency from the Israeli Ministry of Immigrant Absorption. Lior has danced, taught and created in various frameworks throughout Europe, Mexico and the USA. Having recently returned to her native Israel, she has been taking part in various dance production as a dancer, creator, a rehearsal manager and as a teacher for dancers and actors at various schools among them Beit Zvi Acting School and School for Physical Theatre in Tel Aviv.
Or Marin
Or Marin (1981) estudou no The Place (The London Contemporary Dance School) e na Escola de Teatro de Amesterdão, onde completou o Curso de Orientação Mimo. Or recebeu diversos prémios pelas suas obras Vanishing Point e BITTERFLY de numerosas fundações em Israel, tal como a Suzanne Dellal Center, Rabinovich Foundation e a America – Israel Cultural Foundation, tendo recentemente ganho um prémio de design de palco e figurinos no Festival FKM em Belgrado. Recebeu apoios para viagem da Mifal Hapayis para actuar no Festival MIMESQUARE na Bélgica a sua peça BITTERFLY. Or dançou com a Ilanit Tadmor improvisation company e com a Klipa, estando presentemente empenhada no ensino de dança clássica e moderna na Escola de Artes Haboostan e na Escola PLAY.
Or Marin (1981) studied at The Place (The London Contemporary Dance School) and the Theater School Amsterdam – Mime Orientation Course. Or received several awards on her pieces Vanishing Point and BITTERFLY from numerous foundations in Israel such as Suzanne Dellal Center, Rabinovich Foundation and the America – Israel Cultural Foundation and recently won an award for stage and costume design at the FKM Festival in Belgrade. She received travelling supports from Mifal Hapayis to perform at the MIMESQUARE Festival in Belgium with her piece BITTERFLY. Or danced with the Ilanit Tadmorn improvisation company and with Klipa visual theater and is now an active teacher for classical and modern dance at Haboostan school of arts and at PLAY school.
SWEET AND SOUR WALTZ ficha artística | cast
Realizador | Director Or Marin, Lior Avizoor
Intérpretes |  Interpreters Ron Amit, Uri Avrahami, Gina Ben David, Ariel Cohen, Elinor Cohen, Merav Dagan, Stefan Ferry, Igal Furman, Roman Koifman, Yonatan Kunda, Miki Marin, Stav Marin, Lee Meir, Oran Nahum, Ofir Najary, Roi Senderovich, Inbal Shahar, Noa Shiloh, Moran Yitzhakey Abergel e Binyamin Yom-Tov
Câmara | Camera Nir Sa’ar
Som | Sound Dirk Kunesch, Yonatan Kunda, Noa Urbach, Oran Nahum
Edição | Editing Ornit Levy
Produção | Production Dana Regiano
Produtora | Producer Come&See

________________________________________________________
________________________________________________________

BRUNO DEVILLE
LA BOULE D’OR

VÍDEO-DANÇA // VIDEO-DANCE | 2008 | SUIÇA // SWITZERLAND | 13’
classificação etária: 12 // age rating: 12
SESSÕES DE COMPETIÇÃO // COMPETITIVE SESSIONS | #2

8 DEZ // DEC | JARDIM DE INVERNO // WINTER GARDEN | 22h00 // 10 p.m.


Uma ilha calma escondida debaixo de uma ponte na Lausânia: o clube de bowling de La Boule d’Or é o lar de uma equipa de reformados que se juntam para participar num jogo muito curioso, sob a direcção de um coreógrafo. Numa mistura de documentário e coreografia, o filme desenrola-se como um poema escrito por corpos dedicados à passagem do tempo, ao espírito de equipa, à aprendizagem de movimentos colectivos e de uma vida pacífica. Uma ode ao jogo de bóccia… uma valsa agridoce.
A quiet little island hidden away under a bridge in Lausanne: the bowling club of La Boule d’Or is home to a team of pensioners who join in a very strange game under the direction of a choreographer. In a mix of documentary and choreography, the film unfolds like a poem written by bodies dedicated to the passing time, to the team spirit, to the learning of collective movement and to the peaceful life. An ode to the game of bowls… A bittersweet waltz…

___________________________________________________________

Bruno Deville
http://www.philippesaire.ch | http://www.leflair.ch
Bruno Deville, de origem belga, é um autor e realizador. As suas curtas-metragens têm recebido vários prémios em numerosos festivais internacionais. Também realizou documentários, videoclips e spots publicitários. De há anos a esta parte, tem criado imagens para apresentações ao vivo, viajando por todo o mundo. No presente momento está a escrever o argumento de uma longa-metragem.
Bruno Deville is an author and a director of Belgian origin. His short films have received several awards in various international festivals. He also directed documentaries, music clips and adverts. For several years, he has been creating images for live performances, touring the world over. At the present time he is writing the screenplay for a full-length feature film.

LA BOULE D’OR ficha artística | cast
Realizador | Director Bruno Deville
Intérpretes |  Interpreters Marc Huber, André Mercier, Gaétan Paratore, Günter Schmidt
Câmara | Camera Bruno Deville, Bastien Genoux
Som | Sound Paul Maernoudt
Edição | Editing Bruno Deville
Produção | Production Compagnie Philippe Saire
Produtor | Producer Compagnie Philippe Saire,  Le Flair Production

_______________________________________________________
_______________________________________________________

DIEGO POUSADELA
KARO FOR THE CAMERA (KARO VERTICAL)

VÍDEO-DANÇA // VIDEO-DANCE | 2008 | ARGENTINA | 8’27’’
classificação etária: 12 // age rating: 12
SESSÕES DE COMPETIÇÃO // COMPETITIVE SESSIONS | #2
8 DEZ // DEC | JARDIM DE INVERNO // WINTER GARDEN | 22h00 // 10 p.m.

Este trabalho é uma reflexão artística sobre o conceito de corpo na modernidade. A alienação, o aspecto externo sobre o interno e a repetição como uma forma de vida nas sociedades modernas. Lugares reais e intérpretes reais com projecções de vídeo de linhas e texturas em corpos humanos também elas reais, criando uma nova estrutura arquitectónica virtual entre os corpos, espaço físico e as linhas.
This work is an artistic reflection about the body concept in the modernity. The alienation, the external aspect over the internal one and the repetition as a way of life on modern societies. Real places and real dancers with real projected video lines and textures on the human bodies, so creating a new kind of virtual architectural structures between the bodies, physical space and the lines.

________________________________________________________

DIEGO POUSADELA
http://www.estudiosoma.com.ar | http://www.gruporeverso.com.ar | http://www.fabiankesler.com.ar
Artista visual, realizador de vídeo e designer gráfico. Realizou, projectou e editou diversos vídeos para performers, companhias de dança e canais de televisão. Também trabalha em design 3D, multimédia, arte digital e animação.
Visual artist, video-man and graphic designer. He has directed, designed and edited a lot of videos for performers, dance companies and TV channels. He also works in 3D design, multimedia, net art and animation.
KARO FOR THE CAMERA (KARO VERTICAL) ficha artística | cast
Realizador | Director Diego Pousadela
Intérpretes |  Interpreters Julieta Castro, Sofia Grenada, Federico Moreno, Alejandro Alonso, Laura Lazaro
Câmara | Camera Diego Pousadela
Som | Sound Fabian Kesler
Edição | Editing Diego Pousadela
Produção | Production Soma Reverso
Produtor | Producer Soma Reverso

__________________________________________________________
__________________________________________________________

JODY OBERFELDER | SARA JOEL
RAPT

VÍDEO-DANÇA // VIDEO-DANCE | 2006 | E.U.A. // U.S.A. | 7’
classificação etária: 12 // age rating: 12
SESSÕES DE COMPETIÇÃO // COMPETITIVE SESSIONS | #2
8 DEZ // DEC | JARDIM DE INVERNO // WINTER GARDEN | 22h00 // 10 p.m.


Em estado de graça, uma mulher na sua 38ª semana de gravidez nada numa luminosa tarde de Verão em antecipação ao encontro da nova vida que existe dentro dela. O estado temporário de gravidez é captado em filme no momento em que a água transforma a luz do sol em movimento, criando a ilusão de leveza.
With a belly full of bliss, a woman in the 38th week of her pregnancy swims through a bright June afternoon in anticipation of meeting the new life within her. As water transforms sunlight into movement and creates an illusion of weightlessness, the temporary state of pregnancy is captured on film.

_________________________________________________________

Jody Oberfelder
Votada como “Outstanding Choreographer” no FringeNYC Festival, Jody Oberfelder  cria fortes e atléticas produções de carácter pós-modernista, assim como peças de teatro e ópera. Os seus mais recentes desafios incluem coreografar uma nova versão do clássico épico Dido & Aeneas, encomendado pela Orquestra de St. Luke’s e a História do Soldado de Stravinsky, a apresentar em conjunto com a Orquestra de Câmara Knickerbocker em Junho de 2011. Jody é uma ávida realizadora de vídeo-dança. Os seus mais recentes filmes, LineAge e Rapt, foram criados em colaboração com Sara Joel e Snew.
Voted “Outstanding Choreographer” in the FringeNYC Festival, Jody Oberfelder creates strong, athletic post-modern works, as well as opera and theater pieces. Her recent forays include choreographing a new take on the classic epic Dido & Aeneas commissioned by the Orchestra of St. Luke’s and Stravinsky’s Soldier’s Tale, to be performed with Knickerbocker Chamber Orchestra in June 2011. Jody is also an avid dance-filmmaker. Her most recent films, LineAge and Rapt, were done in collaboration with Sara Joel and Snew.

Sara Joel
Sara Joel foi membro da companhia original de Zumanity, produção do Cirque du Soleil. Co-coreografou a peça Body2Body, que apresentou em Las Vegas entre 2003 e 2006. Depois de voltar a Nova Iorque em 2006 (e trazer ao mundo uma criança), Sara continuou a coreografar e a actuar nos eventos especiais da CDS tanto a nível nacional como internacional. Em Junho de 2008, apresentou durante 2 semanas no Casino de Lisboa um dueto por si co-coreografado. O seu filme de dança aquática Rapt (co-realizado e co-coreografado com Jody Oberfelder) abriu o Festival Dance on Camera 2007 no Centro Lincoln.  Sara Joel produziu já trabalhos com excelentes resultados em conjuntos com os fotógrafos Lois Greenfield e Howard Schatz. Sara tem actuado e apresentado o seu trabalho em vários locais nova iorquinos como o City Center, Aaron Davis Hall, Teatro NYU’s Skirball, entre outros.
Sara Joel was an original cast member of Cirque du Soleil’s Zumanity. She co-choreographed the Body2Body act which she performed in Las Vegas from 2003-2006. After returning to NYC in 2006 (and having a baby) Sara continued to choreograph and perform for CDS Special Events nationally and internationally. Sarah performed a duet she co-choreographed at Casino Lisboa for 2 weeks in June 2008. Her underwater dance film Rapt (co-directed and co-choroegraphed with Jody Oberfelder) opened Lincoln Center’s Dance on Camera Festival in 2007. Sara Joel has also done some highly appreciated work with the photographers Louis Greenfield and Howard Schatz.  She performed and presented her work in several NY locations such as City Center, Aaron Davis Hal, and the NYU’s Skirball Theatre among others.

RAPT ficha artística | cast
Realizador | Director Jody Oberfelder, Sara Joel
Intérpretes |  Interpreters Sara Joel
Câmara | Camera Lesley Avery-Gould
Som | Sound Sebastien Dube
Edição | Editing Jody Oberfelder, Sara Joel
Produção | Production Sara Joel
Produtor | Producer Sara Joel

_____________________________________________________________
_____________________________________________________________

MARTA RENZI
NOBODY’S DARLING

VÍDEO-DANÇA // VIDEO-DANCE | 2010 | E.U.A. // U.S.A. | 3’57’’
classificação etária: 12 // age rating: 12
SESSÕES DE COMPETIÇÃO // COMPETITIVE SESSIONS | #2
8 DEZ // DEC | JARDIM DE INVERNO // WINTER GARDEN | 22h00 // 10 p.m.

Um dueto para um homem e uma mulher no qual uma paleta de silêncio e movimento abstracto cria um teatro intencional. Companheirismo íntimo, o som dos passos amplificados e um contraste intensificado contribuem para uma tensão sexual implícita.
A duet for a man and a woman, in which, a palette of silence and abstract movement create a theatre of purposeful play. Intimate partnering, amplified footfalls and heightened contrast each contribute to an underlying sexual tension.

_________________________________________________________

Marta Renzi
http://www.martarenzi.blogspot.com
Marta Renzi foi sete vezes distinguida pelo NEA Choreographic Fellowships. O seu trabalho tem sido apoiado pela Jerome Foundation e Trust for Mutual Understanding, entre outros. Em 1992, Marta recebeu o prémio New York Dance & Performance (“Bessie”) pela sua coreografia VITAL SIGNS, e em 1995 foi a primeira nomeada para o prémio Dancing in the Streets como “exploradora destemida de locais não convencionais, integrando a arte na vida quotidiana”. A sua coreografia  site-specific levou-a naturalmente a trabalhar em vídeo e filme. Em 1981 realizou YOU LITTLE WILD HEART, um vídeo de 30 minutos para a PBS, seguido de um segundo trabalho para televisão intitulado MOUNTAINVIEW, feito em colaboração com o realizador John Sayles. Desde o ano de 2005, Marta tem produzido várias curtas-metragens apresentadas a nível nacional e internacional.
Marta Renzi is a seven-time recipient of NEA Choreographic Fellowships. Her work has been funded by the Jerome Foundation and the Trust for Mutual Understanding, among others. In 1992, Marta received a New York Dance & Performance Award (a “Bessie”) for her dance VITAL SIGNS, and in 1995 was the first recipient of a Dancing in the Streets award as “a fearless explorer of all manner of unconventional sites, integrating art into everyday life”. Her site-specific choreography has led naturally to work in video and film. In 1981, she made YOU LITTLE WILD HEART, a half-hour video dance for PBS, followed in 1989 by a second work for television entitled MOUNTAINVIEW, made in collaboration with filmmaker John Sayles. Since 2005, she has self-produced several short films which have been screened nationally and internationally.

NOBODY’S DARLING ficha artística | cast
Realizador | Director Marta Renzi
Intérpretes |  Interpreters Amos Wolff, Tina Vasquez
Câmara | Camera Marta Renzi
Som | Sound Marta Renzi
Edição | Editing Marta Renzi
Produção | Production And Dancers, Inc.
Produtor | Producer And Dancers, Inc.

___________________________________________________________
___________________________________________________________

PAUL NEUDORF
STRANDS

VÍDEO-DANÇA // VIDEO-DANCE | 2010 | CANADÁ // CANADA | 6’15’’
classificação etária: 12 // age rating: 12
SESSÕES DE COMPETIÇÃO // COMPETITIVE SESSIONS | #2
8 DEZ // DEC | JARDIM DE INVERNO // WINTER GARDEN | 22h00 // 10 p.m.


Dedadas animadas interagem com bailarinos neste filme de animação/acção real sobre o desejo, consciência e identidade. Passado entre sombras subtis e evocativas, os intérpretes revelam temas implícitos de morte e nascimento e o acto de possuir a identidade de alguém é desvendado somente para o encontrarmos renovado em locais absolutamente inesperados.
Animated fingerprints interact with dancers in this live action/animated dance film about desire, consciousness and identity. Set amongst subtle, evocative shadows, the dancers reveal the underlying themes of death, rebirth and the act of having one’s identity become unravelled only to find it renewed in unexpected places.

__________________________________________________________

Paul Neudorf
http://www.paulneudorf.com
Paul Neudorf detém vários anos de experiência em realização, produção, filmagem e edição de filmes. O seu mais recente filme – Strands –financiado pelo Bravo!FACT  e National Film Board of Canada, foi nomeado como vencedor da categoria de ‘narrativa experimental’ no 58th Columbus International Film + Video Festival, e tem sido exibido internacionalmente.  Paul edita vídeos para vários clientes, desde novos grupos musicais, realizadores independentes a cursos universitários. Nos anos lectivos 2007-2009 leccionou Vídeo a jovens num programa inovador de Educação em Novos Vídeo e Media na Segal Centre’s Academy for Performing Arts. Desde Setembro de 2010 tem participado no programa de Edição de Filme da workstudy de Filme Digital e Media no Banff Centre for the Arts. No passado ano editou vídeos e assistiu editores em projectos como o Banff Mountain Film Festival, programa Women in the Director’s Chair, instalações artísticas de vídeo, spots publicitários e apoio a filmes de longa-metragem a estrear em salas de cinema.
Paul Neudorf has several years experience directing, producing, shooting and editing video. His most recent film, Strands, supported by Bravo!FACT and the National Film Board of Canada, was awarded 1st place in the ‘experimental narrative’ category at the 58th Columbus International Film + Video Festival, and is screening internationally. He edits video for various clients, from new music ensembles, independent filmmakers to university programs. From 2007-2009 Paul taught Video to youth in an innovative New Video and Media Education Program for youth at the Segal Centre’s Academy for Performing Arts. Since September 2010, he has been participating in the Digital Film and Media program’s video editing work-study at the Banff Centre for the Arts. For one year he is editing video and assisting editors on projects such as the Banff Mountain Film Festival, Women in the Director’s Chair program, video art installations, publicity spots and assisting on feature films scheduled for theatrical release.

STRANDS
ficha artística | cast

Realizador | Director Paul Neudorf
Animação | Animation Thea Pratt
Intérpretes |  Interpreters Marc Boivin, Clara Furey, Jonathan Turcotte
Câmara | Camera Glauco Bermudéz
Som | Sound Gabriel Dharmoo
Edição | Editing Paul Neudorf
Produção | Production Jason Gondziola, Paul Neudorf
Produtor | Producer mtset productions

_________________________________________________________
_________________________________________________________

ROBERT DELESKIE
PEEP SHOW

VÍDEO-DANÇA // VIDEO-DANCE | 2003 | CANADÁ // CANADA | 4’
classificação etária: 12 // age rating: 12
SESSÕES DE COMPETIÇÃO // COMPETITIVE SESSIONS | #2
8 DEZ // DEC | JARDIM DE INVERNO // WINTER GARDEN | 22h00 // 10 p.m.


Põe-se uma moeda e o visor abre-se, mas isto não é um peep show habitual. Um casal entra numa cabine de peep show para assistir a um absurdo e fora do vulgar ritual de cortejo, onde as primeiras tentativas de toque dos performers levam a um crescendo jogo competitivo de ‘estaladas’. O jogo sofre uma viragem quando uma mão atravessa a fronteira para uma zona erógena…
Drop in a coin, the slot goes up, but this is no ordinary peep show. A couple enters a peep-show booth to watch an absurd and unusual courtship ritual unfold, where the performers’ first tentative touches lead to an increasingly competitive game of “slaps”. The game takes a serious turn when a hand crosses the line into an erogenous zone…

_______________________________________________________

Robert DeLeskie
http://www.oneplusonefilms.com
O realizador de Toronto Robert DeLeskie é licenciado em Produção Cinematográfica pela Universidade de York, assim como no curso de Estudos em Media da Universidade de Concórdia. Em 2005, Robert foi seleccionado para participar no Laboratório de Talento do Festival Internacional de Cinema de Toronto, um programa desenvolvido para providenciar formação especializada a promissores jovens realizadores. Robert realizou várias curtas-metragens que foram apresentadas em festivais e na televisão em todo o mundo, incluindo Makeup (2001), Peep Show (2003), e A Day at the Office (2006). Realizou também anúncios publicitários e promos para televisão.
Toronto-based filmmaker Robert DeLeskie is a graduate of York University’s Film Production Program, as well as Concórdia University’s graduate program in Media Studies. In 2005, Robert was selected to participate in the Toronto International Film Festival’s Talent Lab, a program designed to provide advanced training to promising emerging filmmakers. Robert has directed numerous short films that have played at festival and on TV around the world, including Makeup (2001), Peep Show (2003), and A Day at the Office (2006). He also directed TV commercials and promos.

PEEP SHOW ficha artística | cast
Realizador | Director Robert Deleskie
Intérpretes |  Interpreters David Danzon, Sylvie Bouchard
Câmara | Camera Steve Mrkobrada
Som | Sound Lance Neveu
Edição | Editing Robert Deleskie
Produção | Production Kate Kung
Produtor | Producer One Plus Film

__________________________________________________________
__________________________________________________________

FILIPE MARTINS
STORY CASE

VÍDEO-DANÇA // VIDEO-DANCE | 2009 | PORTUGAL | 10’37 |
classificação etária: 12 // age rating: 12
8 DEZ // DEC | JARDIM DE INVERNO // WINTER GARDEN | 22h00 // 10 p.m.

Os indivíduos em Story Case surgem-nos e é no decorrer do tempo que os vamos documentando até eles se tornarem personagens. Fotografar essas pessoas faz com que passem a protagonistas e se criem todas as condições para que uma historia se abra aos olhos de quem observa. Esta ambivalência documental e ficcional caracteriza o campo de investigação e de explorações deste projecto que reúne a dança e a fotografia.
Individuals come out in Story Case and it is exactly in that lapse of time that we document information about them, until they turn to be characters. Photographing these people allows them to become protagonists and to create the conditions for a story to be brought to life in the eyes of the observers. This documental and fictional ambivalence defines the field of investigation and explorations of this project, which brings dance and photography together.

________________________________________________________

Filipe Martins
http://www.balleteatro.pt
Realizador e Professor, Filipe nasceu em Paredes. Estudou Física mas acabou por dedicar-se ao Cinema, área que desenvolve desde 1998. Fez um bacharelato em Cinema e Vídeo na (ESAP), licenciou-se em Arte e Comunicação, ramo audiovisual (ESAP), e conclui o mestrado em Ciências da Comunicação em 2005 (Universidade Nova de Lisboa). Tem realizado diversos trabalhos de ficção em cinema, vídeos e vídeo-dança em associação com o Balletteatro do Porto. Lecciona há vários anos na ESAP, na ESMAE e no Balletteatro.
Director and Professor, Filipe was born in Paredes. He studied Physics but became devoted to Cinema ever since 1998, when he starts developing this interest. He took a degree in Cinema and Video at ESAP and a degree in Art and Communication, audiovisual branch at the same School. He finished a master in Communication Sciences in 2005 at Universidade Nova de Lisboa. He has directed numerous fiction films, videos and video-dance works in association with Oporto’s Balleteatro. Since years he has been teaching at ESAP, ESMAE and Balleteatro.

STORY CASE ficha artística | cast
Realizador | Director Filipe Martins
Intérpretes |  Interpreters Pedro Rosa e Joana Castro
Câmara | Camera Filipe Martins
Som | Sound Filipe Martins
Edição | Editing Filipe Martins
Produção | Production Filipe Martins
Produtora | Producer Balleteatro

__________________________________________________________
__________________________________________________________

RUI MOURÃO
S/TÍTULO

VÍDEO-DANÇA // VIDEO-DANCE | 2005 | PORTUGAL | 4’22’’ |
classificação etária: 12 // age rating: 12
SESSÕES DE COMPETIÇÃO // COMPETITIVE SESSIONS | #2
8 DEZ // DEC | JARDIM DE INVERNO // WINTER GARDEN | 22h00 // 10 p.m.

Após várias entrevistas a polícias (PSPs e GNRs), na edição apenas foram seleccionados planos prévios a essas entrevistas. São imagens de agentes da autoridade movimentando-se frente à câmara, numa coreografia dirigida pela voz do artista. Com humor e usando o poder que uma câmara num mundo fascinado pela imagem dá, subverte-se o sentido quotidiano do poder – invertendo-o – e capturam-se retratos de individualidades por trás do institucional uniforme.
The edition of this video selected the plans prior to several interviews given by some policemen (PSP and GNR). These are images of law officers moving in front of a camera, in a choreography directed by the voice of the artist. With humor and using the power given to the camera in an image(s) fascinated world, the everyday’s meaning of power is subverted –reversed indeed – surprisingly collecting portraits of the individuals behind the institutional uniform.

_________________________________________________________

Rui Mourão
http://www.ruimourao.com
Nascido em Lisboa em 1977, estudou Cnema no CECC, em Barcelona e Artes Visuais na Maumaus, Lisboa e na Malmö Art Academy, Suécia. Foi seleccionado para Jovens Criadores (vídeo), LOOP – Vídeo Art Festival, Barcelona e Anteciparte. Fez colaborações artísticas para Coco Fusco e Erwin Wurm. Das suas exposições destaca: Videoarbeiten / 2005 – 2010, Rosalux, Berlim; Anteciparte; Museu do Oriente, Lisboa; Por Bem, Palácio Nacional de Sintra; Coup d’Art, CAPC, Coimbra; At/By/For/Into/Around The House, Pav. 28, Lisboa e Koh-i-noor, Copenhaga; Liquid Room, National Center for Contemporary Arts, Moscovo; A Vida Segue a Um, Sala do Veado, MNHN, Lisboa; Private Office, Espaço Avenida, Lisboa; After Urban, Monkey Town, Nova Iorque; Tudo Menos a Palavra?, Inst. Camões, Lisboa.
(Lisbon, 1977) Studied cinema at the CECC, Barcelona; visual arts in Maumaus, Lisbon and the Malmö Art Academy, Sweden. He was selected for Young Artists (video), LOOP – Video Art Festival, Barcelona and Anteciparte. He has also collaborated artistically with Coco Fusco and Erwin Wurm. His worth to be highlighted presentations include: Videoarbeiten / 2005 – 2010, Rosalux, Berlin; Anteciparte; Orient Museum, Lisbon; Por Bem, Palácio Nacional de Sintra; Coup d’Art, CAPC, Coimbra; At/By/For/Into/ Around The House, Pav. 28, Lisbon and Koh-i-noor, Copenhagen; Liquid Room, National Center for Contemporary Arts, Moscow; A Vida Segue a Um, Sala do Veado, MNHN, Lisbon; Private Office, Espaço Avenida, Lisbon; After Urban, Monkey Town, New York; Tudo Menos a Palavra?, Inst. Camões, Lisbon.

S/TÍTULO ficha artística | cast
Realizador | Director Rui Mourão
Intérpretes |  Interpreters PSP e GNR
Câmara | Camera Rui Mourão
Som | Sound Rui Mourão
Edição | Editing Rui Mourão
Produção | Production Rui Mourão
Produtora | Producer Rui Mourão


Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s